segunda-feira, 26 de junho de 2017

UM IGUANA INDECISO








Desce da árvore
Não sabe se fica na praça
Para degustar a grama
Ou foge para as colinas...

Ou pega um pedaço de pão
Jogado ali no chão
Ou deixa que as formigas
Façam a sua refeição...

Ou fica olhando as crianças
Os seus lanches comerem
Ou volta para sua árvore
Sem vontade de descer...

Pensou,  melhor não ser covarde
E deixar ali o lanche
E arisca o indeciso iguana
Corre pega e deita na grama...

O iguana criou coragem
Melhor encher a pança
Enquanto pega os farelos
Deixados pelas crianças...

ZIZI A LAGARTIXA








Resolveu fazer uma festa

Convidou o gafanhoto

E foram comprar biscoito

Chamou à vizinha e foi comprar

Biscoito e guaraná...



Na rua foi aquela confusão

A lagartixa muito exibida

Foi logo entrando na briga

Quando um carro vinha na contramão...



Foi aquela correria

Quando chegou a borboleta

Se dizendo insatisfeita

Com aquela agonia...



O motorista era a macaca banguela

Que nervosa começou a se desculpar

A calmaria voltou a reinar

A lagartixa mais calma acenou da janela...

ZAROLHO O RATINHO






Saiu do buraco
Nem viu a chuva
Ficou todo molhado
Com o pelo embolado...

Tremia tanto de frio
Mas sendo um rato arteiro
Cuidou logo de esquentar
E na cozinha foi se abrigar...

No fogão se esticou
Mas logo a fome bateu
Subiu na mesa
E o queijo todo roeu...

Satisfeito se espichou
No queijo mesmo deitou
A noite foi uma beleza
E logo o dia raiou...

E o ratinho sonolento
Para o buraco voltou
Antes que Maria chegasse
E umas vassouras lhe desse...


Irá Rodrigues

quinta-feira, 22 de junho de 2017

A BATUCADA






O grilo abriu o canto
Espantou o sono
Do rato que dormia
E foi aquela agonia...

O rato querendo dormir
O grilo fazendo festa
O resultado que deu
Foi o rato correndo atrás
Mas o grilo se escondeu...



Autoria- Irá Rodrigues
http://iraazevedo.blogspot.com.br/

O MENINO E O CURIÓ