terça-feira, 26 de agosto de 2014

A GIRAFA E O HIPOPOTAMO



A girafa e o hipopótamo
 
No zoológico viviam os animais
Cada um em sua jaula
Mas a girafa com seu pescoço comprido
Pela cerca espiava o hipopótamo
E dizia sempre assim
Sabe o que mais quero é você perto de mim...
O hipopótamo com seu peso de dar dó
Olhou a girafa de cima a baixo
Eu nada tenho com sua postura
Sua pobre criatura...

BONECA DE FARRAPOS...




Assim se sente a menina vivendo na rua
Olhos perdido no vazio- coração sofrido
Sem pai sem mãe só lhes resta à ilusão
Seu pai é o sol sua mãe é a lua...

E assim se sente a menina vazia
Boneca de farrapos sem teto sem vida
Olha as estrelas se pega chorando
Lamenta essa vida e vai levando...


 Sem saída e sem  destino- vagueia
Segue os passos sem direção não sabe aonde chegar
Humilhada maltratada – assim vive a menina

UM CASEBRE NO PÉ DA SERRA...






Nem da estrada se avista
Aquela casinha de sopé
Ali só se ouve barulho
Do cachorro e das galinhas
A luz só se tem da lua
O telhado é de palha
As paredes de barro vermelho
Agua fria se bebe no riacho
Azul é o céu sem chuva
O sol parece não dorme
Nem bem o dia acorda
Ele já está ardendo
Queima a pele do povo
Povo que vive tranquilo
Esperando Deus mandar
Chuva para poderem plantar...
E assim segue a vida
Desse povo de fé
Numa casinha na serra
Toda feita de sopé...

A CASINHA BANGUELA...








A casinha banguela
Não tinha porta
Não tinha janela
Perdida no meio do mato
Ninguém ficava nela
E a casinha chorava
Todos iam embora
Ninguém nela morava.
Mas quem vai ficar
Numa casinha assim
Onde a brisa entra e sai
Nem telhado ela tem
Tão grande a ventania
Levou para longe as telhas
Saindo de dentro dela
Uma perfeita floresta.

Irá Rodrigues

DIA DOS PAIS

PAI! Todos os dias é o teu dia Mas tem o seu especial Agosto é o teu mês Vou te falar outra vez; Enf...